UNIÃO NACIONAL DE
APOSENTADOS E PENSIONISTAS
DO BANCO DO BRASIL
 
 
 
 
 
 
 

COMUNICADO 10 -APELOS AOS PROTAGONISTAS–11/11/2010

Em face das diversas reuniões que têm sido realizadas para tratar das questões relativas ao suposto superávit da Previ, e diante de informações oficiosas do que está para surgir, julgamos oportuno tornar públicos os seguintes APELOS:

1 - Ao Banco do Brasil

a) para que respeite os funcionários, os aposentados e os pensionistas, como pessoas e como clientes importantes que somos para a instituição;

b) que se mantenha dentro da estrita legalidade, apoiando o cumprimento da Lei Complementar 109, e se abstendo de apropriar parte do alegado superávit com base numa norma que está sob judice (Res.26 do CGPC);

2 – À PREVI

a) para que se posicione com relação à Carta entregue ao seu Presidente, em julho de 2010, por uma Comissão de 16 entidades, até hoje sem uma resposta (http://www.unap-bb.org/Comunicado-6.php);

b) que a sua declaração "Cidadania, democracia, transparência, responsabilidade socioambiental, honestidade, integridade, justiça, respeito, qualidade, competência, excelência, criatividade, profissionalismo, responsabilidade, coerência, comprometimento e solidariedade", mais do que um lema, seja praticada, imediatamente, nas relações com o seu Corpo Social.

3 – Às entidades signatárias da Carta entregue pessolmente ao Presidente da Previ, em julho de 2010, a saber: AAPBB RJ - AFABB

BA - AFABB UBERABA - AFABB PARÁ - AFABB SP - AFABB ES – AFABB SE - AFABB TUPÂ - AFABB TRÊS PONTAS - AFABB BARBACENA - AAPBB MS - AFABB RS - UNAMIBB - FAABB – UNAP-BB e AFABB SC

a) para que nos mantenhamos UNIDOS na defesa dos itens da referida Carta, dirigindo-nos às entidades que estão negociando, e lhes cobrando fidelidade e coerência com conteúdo da Carta;

4 – Às entidades que estão nos representando nas negociações

a) que observem o conteúdo da Carta entregue e cobrem uma resposta da Previ para os itens relacionados;

b) que não aceitem nenhuma espécie de acordo que signifique descapitalização da Previ;

c) que avaliem corretamente o fato de o Banco necessitar, com urgência, que a contabilização realizada seja correspondida pela Previ, e utilizem essa necessidade a nosso favor;

d) que não assumam nenhum compromisso em nosso nome, sem que seja realizada uma ampla CONSULTA NACIONAL AOS ASSISTIDOS, formulada sem afogadilho, sem controle operacional unilateral e com bastante discussão e esclarecimento;

e) que atuem de forma unida entre si e com transparência para com todos nós, funcionários e assistidos;

f) que se comprometam a não fazer nenhum acordo que não nos devolvam, via urgente reforma de estatuto, o Corpo Social e seus poderes, o fim do voto de Minerva, etc...

g) que mantenham todos os interessados informados, tempestivamente, das discussões que se realizam, através de um blog oficial das negociações, a ser criado especificamente com essa finalidade;

5. A todos os colegas funcionários, aposentados e pensionistas

a) que nos mantenhamos atentos e unidos na defesa dos nossos interesses, procurando acompanhar de perto o que está se desenrolando nas negociações;

b) que não nos iludamos com a concessão de migalhas de um suposto superávit, com risco de comprometimento do futuro, nosso e dos nossos pensionistas;

c) que avaliemos, com muita atenção, as ações e as posturas dos nossos representantes nas negociações;

d) que cobremos dos negociadores que atuem com firmeza e transparência nas negociações;

(pedimos a todos que divulguem este documento, repassando-o aos seus amigos, contatos e associações)

www.unap-bb.org

A UNIÃO DE TODOS É A NOSSA ÚNICA DEFESA EFETIVA

vf