UNIÃO NACIONAL DE
APOSENTADOS E PENSIONISTAS
DO BANCO DO BRASIL
 
 
 

MOVIMENTO PELA UNIÃO NACIONAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO BB

-----------------------------------------------

UMA LINHA DE PENSAMENTO NOVA

-----------------------------------------------

Perguntas e Respostas - 2
 

11 – O que significa a manifestação “Eu apóio o MOVIMENTO”?

R – Significa que o apoiador concorda com o diagnóstico feito e com a solução proposta no manifesto de 18 de outubro (*). Significa a consciência de que sem UNIÃO, o nosso futuro está seriamente ameaçado.

 
12 – Por que há colegas que não acreditam em uma UNIÃO nacional e incondicional?

R – É compreensível que muitos colegas não acreditem na UNIÃO, pois nos moldes em que está sendo proposta, nunca foi cogitada entre nós. É elementar que um contingente de pessoas unidas, organizadas, conscientizadas e mobilizadas tem MUITO mais condições de lutar pelos seus direitos. Esta é uma realidade histórica e atual, com exemplos diários.

 
13 – O MOVIMENTO quer o apoio de todas as Associações?

R – Sem dúvida, como a nossa UNIÃO interessa também para todas as Associações, espera-se que elas apóiem o MOVIMENTO. Entretanto, o MOVIMENTO ir um pouco mais longe, conscientizando e mobilizando as pessoas, individualmente.

 
14 – Qual a dificuldade que o MOVIMENTO está encontrando para se desenvolver mais rapidamente?

R .Trata-se de uma dificuldade natural e compreensível para um projeto ambicioso com o este. Existe uma letargia generalizada e uma descrença muito grande em nossa capacidade de UNIÃO. É exatamente por isso que o MOVIMENTO é necessário.

 
15 – Como posso ajudar o MOVIMENTO?

R – A primeira, acreditando que a nossa UNIÃO é possível e necessária, é enviar a mensagem de apoio. Feito isso, basta ajudar na divulgação do MOVIMENTO e de seus documentos. O sucesso do MOVIMENTO depende, fundamentalmente, do trabalho boca-a-boca daqueles que querem e acreditam em mudanças.

 
16 – Como o MOVIMENTO, não sendo político, vai se portar nas épocas das eleições em nossas entidades? Ele vai apoiar pessoas ou chapas específicas?

R – Não. O MOVIMENTO, por apoiar todas as instituições e não os seus dirigentes individualmente, acredita que, através da conscientização e da troca de informações que pretende promover, as pessoas poderão fazer as suas escolhas o mais consciente possível.

 
17 – O MOVIMENTO vai entrar na Justiça?

R – Não. Essa não é essa uma das suas finalidades. Para isso já existem as Associações.

 
18 – O Movimento previa a formação de um Conselho Gestor que iria conversar com o Banco. Com a formação da Comissão da FAABB em Brasília, como fica essa situação? Essa Comissão vai substituir o Conselho Gestor?

R – Não. A Comissão formada pela Federação e o Conselho Gestor do MOVIMENTO são coisas bem diferentes. Enquanto a formação daquela foi algo eventual, o Conselho do MOVIMENTO pretende ser permanente e dinâmico, com ênfase em questões estruturais e não apenas pontuais.

 
19 – Se a questão dos superávits for resolvida de alguma forma, o MOVIMENTO ficará ultrapassado?

R – Não. Apesar da sua premência, a questão dos superávits é apenas uma das conseqüências de problemas muito maiores, decorrentes da nossa fragilidade na relação com o BB e a Previ. A nossa UNIÃO - organização, conscientização e mobilização - é a única forma para conseguirmos, por exemplo, uma reforma estatutária que equilibre melhor essa relação.

 
20 – O que eu ganho apoiando o MOVIMENTO? O que eu perco se não apoiar?

R – Apoiar o MOVIMENTO significa acordar para a realidade que nos aflige. É ter esperanças e querer que haja mudanças significativas no relacionamento do Banco/Previ com os seus assistidos. Não apoiar significa preferir deixar tudo do jeito que está, ou seja, piorando a cada dia. Significa abdicar de fortalecer a nossa própria defesa. O apoio é gratuito, o MOVIMENTO é apolítico e apartidário, não surgiu para prejudicar ninguém, só pretende ajudar e construir. É difícil encontrar um motivo real para não apoiá-lo.

 
 

 
A UNIÃO de TODOS é a nossa única defesa.