UNIÃO NACIONAL DE
APOSENTADOS E PENSIONISTAS
DO BANCO DO BRASIL
 
 
 

 

MOVIMENTO PELA UNIÃO NACIONAL DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO BB

-----------------------------------------------

UMA LINHA DE PENSAMENTO NOVA

-----------------------------------------------

Perguntas e Respostas  - 1
 

1 – Qual a finalidade do MOVIMENTO?

R – Conseguir a UNIÃO do maior número possível de aposentados e pensionistas aprovando uma PROPOSTA para que se estabeleça um NOVO relacionamento entre o Banco, a PREVI e os associados.

 
2 – Como assim, um NOVO nível de relacionamento?

R – A relação Banco/Previ com os seus assistidos está muito desequilibrada, justamente em função de nossas dispersão e desunião. Organizados e mobilizados, seremos muito mais fortes e em condições de igualdade, poderemos, inclusive, equilibrar melhor essa relação. É notório que uma oposição unida e organizada, terá muito mais respeito.

 

3 – O MOVIMENTO pretende se tornar uma nova Entidade no futuro?

R – Não. A formação de uma uma nova Entidade está fora dos planos do Movimento, mas a necessidade e intenção de lutarmos até o fim por uma UNIÃO NACIONAL persiste.

 

 

4 – O MOVIMENTO tem finalidades ou interesses políticos?

R – Não. O MOVIMENTO defende UM PROJETO CONSISTENTE de interesse da comunidade BB. Entendemos que a UNIÃO só poderá ser alcançada quando os interesses coletivos dos associados forem colocados acima dos interesses políticos individuais.

 
5 – Quais os principais instrumentos que o MOVIMENTO pretende utilizar para alcançar a UNIÃO NACIONAL?

R – O MOVIMENTO pretende atuar, principalmente, de duas formas: CONSCIENTIZANDO e MOBILIZANDO, tanto  os aposentados e pensionistas individualmente, como as nossas ASSOCIAÇÕES REPRESENTATIVAS.

6 – O MOVIMENTO é contra as ASSOCIAÇÕES?

R – Não. As ASSOCIAÇÕES são imprescindíveis para que consigamos alcançar a tão sonhada UNIÃO. O MOVIMENTO apóia todas as entidades que atuem efetivamente na defesa dos interesses da comunidade BB, especialmente dos assistidos. 

 
7 – O MOVIMENTO veio para competir ou disputar espaço com as ASSOCIAÇÕES?

R – De maneira alguma. O MOVIMENTO e as ASSOCIAÇÕES têm naturezas diferentes. As ASSOCIAÇÕES serão enormemente beneficiadas com o sucesso do MOVIMENTO, pois serão as primeiras beneficiárias da CONSCIENTIZAÇÃO e MOBILIZAÇÃO que conseguirmos. Com a nossa UNIÃO, elas terão uma força e uma legitimidade que, no conjunto, não conseguiram ter até hoje.

 
8 – O Movimento previa a formação de um Conselho Gestor que iria conversar com o Banco. Com a formação da Comissão em Brasília, como fica essa situação? Essa Comissão vai substituir o CG?

R – Não, absolutamente, são coisas bastante distintas. A Comissão, que conta com nosso integral apoio, foi formada para uma situação atual. O MOVIMENTO tem um horizonte muito mais amplo, pretendendo ser permanente.  A UNIÃO deve ser buscada e mantida, independentemente de quaisquer soluções para problemas pontuais.

 
9 – O que o MOVIMENTO espera das associações?

R – Que os dirigentes das ASSOCIAÇÕES, entendendo a sua finalidade e importância, apoiem-no publicamente, divulgando-o nas suas publicações e eventos.

 

10 - O MOVIMENTO é a favor de uma negociação onde o Banco fique com alguma parte do superávit?

R – Não, de jeito nenhum. Está bem claro em nosso manifesto que o Banco não cumpriu a Lei,  ao se apropriar indevidamente do superávit com base na Resolução nº 26, e esta distorção deve ser corrigida imediatamente. O nosso projeto vai mais longe, e tem uma proposta de como isso poderá ser feito. 
 

 
A UNIÃO de TODOS é a nossa única defesa.